O realizador Manuel Mozos no Estoril Film Festival

 

Lisboa, 13 Nov (Lusa) – Manuel Mozos, um dos mais discretos realizadores do cinema português, estreiacartazdomingo no Estoril Film Festival o filme “4 Copas”, a sua quarta longa-metragem de ficção em mais de vinte anos dedicados ao cinema.

Filipe Duarte (Miguel), Margarida Marinho (Madalena), João Lagarto (Gabriel) e Rita Martins (Diana) no elenco, “4 Copas” é “uma história banal que decorre nos dias de hoje em Lisboa”, disse o realizador à agência Lusa.

“É sobre uma família que entra em desagregação quando a filha descobre que a madrasta tem um amante. Ao tentar resolver a situação, ela acaba por tornar as coisas ainda mais complicadas”, resumiu Manuel Mozos.

“4 Copas”, cujo título remete para um naipe de cartas, para o amor e para uma personagem que é viciada em jogo, é o único filme português na competição oficial do Estoril Film Festival, que começa na sexta-feira.

Foi rodado há três anos, mas ainda não tem estreia comercial nas salas de cinema, uma demora que não é estranha no percurso de Manuel Mozos, já que o filme “Xavier”, feito em 1992, só estreou quase doze anos depois.

Apesar das circunstâncias que atrasam a estreia de alguns dos seus filmes – acontecimentos inesperados como a falência de um produtor ou questões de direitos de autor -, Manuel Mozos admite que tem um ritmo muito próprio em fazer filmes.

“Hoje em dia gosto de fazer as coisas que me apetece. Não estou preocupado em ter uma carreira no sentido de ter mesmo que investir, porque é importante ter espaço e condições para poder trabalhar como realizador”, disse Manuel Mozos.

No entanto, o panorama no cinema português evoluiu nos últimos anos com um aumento de produção, com mais autores a solicitarem subsídios, mas “a grande maioria tem que ter outro emprego senão não sobrevive”.

Manuel Mozos iniciou-se no cinema por um acaso. Estava a empatar-se num curso de História na Faculdade de Letras que pouco ou nada lhe dizia e trabalhava nas horas vagas num escritório de advogados.

Quando foi ao conservatório de Lisboa inscrever a irmã no ballet, aproveitou e inscreveu-se também no curso de cinema. Escolheu a vertente de montagem, uma área “que tinha um mercado mais aberto, onde podia progredir mais”.

Fez anotação e assistência de realização, escreveu e montou para outros realizadores até se aventurar numa experiência sua com “Um passo, outro passo e depois…” em 1989.

Depois dessa primeira experiência na ficção, rodou as longas-metragens “Xavier” (1992), “Quando Troveja” (1999) e agora “4 Copas”.

“Para quem conheça os meus filmes, eu julgo que encontrará pontos em comum. Para além de serem centrados em Lisboa, para além de ter um lado de contemporaneidade, há um lado de personagens em perda e que eventualmente conseguem reencontrar-se”, opinou.

A estas ficções juntam-se telediscos, curtas-metragens, filmes institucionais e documentários como “José Cardoso Pires – Diário de Bordo (1998) e “Censura: Alguns cortes” (1999).

Pode parecer uma cinematografia curta para quem se dedica ao cinema há mais de duas décadas, mas a ela junta-se o trabalho, quase antropológico e arqueológico, no Arquivo Nacional de Imagens em Movimento, onde identifica e preserva filmes portugueses.

Aos 46 anos e com vários prémios acumulados, Manuel Mozos não perde tempo com ansiedades em filmar.

“Estes últimos três anos foram bastante atribulados e muito cansativos e um bocado desestabilizadores e eu agora, tendo terminados este dois documentários e a longa começando a correr, quero descansar um bocadinho e concentrar-se num só projecto”, desabafou.

“4 Copas” será exibido em antestreia nacional no domingo no Grande Auditório do Casino Estoril.

SS.

Anúncios

~ por felix em Novembro 14, 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: