Alentejo Cromático

Tem me sido dada a oportunidade de conhecer algo mais do nosso país, mais especificamente a zona da bonita cidade de Évora, não  a Évora que todos nós supostamente conhecemos, mas sim uma Évora mais periférica.

Guadalupe, Nora, Torre dos Coelheiros, S. Bráz do Regedouro, são estas algumas das localidades pelas quais tenho passado no âmbito de um trabalho que me foi proposto para a Oikos Construções S.A.

Nas tomadas de vista realizadas até ao momento o que mais se me destaca é o registo cromático, as  cores que por esta altura do ano se fazem observar pela imensa paisagem alentejana, os contrastes entre um azul  do Céu quase dramático e um verde intenso que se perde no olhar  pelos montes, estes dois fortes registos cromáticos ainda contrastam com zonas de um laranja intenso, barro das terras.

Se já gostava do “nosso” Alentejo, poderei agora dizer que o simples gostar não chega para adjectivar aquilo que sinto, estou a apaixonar-me, podendo mesmo dizer “AMO-TE ALENTEJO” (uma dica para o Pedro, Miguel Ramos )

(A galeria com algumas das muitas imagens poderá ser visitada através deste mesmo link)
Advertisements

~ por felix em Janeiro 29, 2010.

Uma resposta to “Alentejo Cromático”

  1. Estou certo que o Pedro M. Ramos vai ter esta análise do Alentejo em consideraçao.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: